terça-feira, 24 de Dezembro de 2013

Feliz Natal



Mestre Finezas deseja a todos os seus colaboradores, amigos, clientes e fornecedores um Feliz Natal e um Ano de 2014 com outro governo!
 
Na Barbearia Ideal  fazemos sempre o tradicional presépio com o burro e a vaca..

terça-feira, 29 de Outubro de 2013

Lou Reed - Perfect Day

quinta-feira, 24 de Outubro de 2013

Tomada de Posse dos Órgãos municipais e das Freguesias do Concelho de Viana do Alentejo

Depois de uma vitória muito expressiva do Partido Socialista, nas eleições autárquicas de 29 de Setembro, reforçando globalmente a votação obtida nas anteriores eleições de 2009, desta vez, com praticamente o dobro dos votos conseguidos pela CDU (ver), seguiram-se posteriormente a Tomada de Posse dos Órgãos Municipais e das Freguesias do Concelho de Viana do Alentejo.

Tomada de posse dos membros da Assembleia Municipal e Câmara Municipal

Teve lugar dia 11 de Outubro, no salão nobre da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo a tomada de posse dos membros da Assembleia Municipal e Câmara Municipal para o mandato 2013/2017.

O executivo da Câmara Municipal de Viana do Alentejo ficou assim composto por: - Bernardino Bengalinha Pinto – Presidente - João Pereira – Vereador - Paulo Manzoupo – Vereador - João Penetra – Vereador - Rosa Barros da Costa – Vereadora

A Assembleia Municipal de Viana do Alentejo ficou assim composta por:
- do Partido Socialista – António Sousa (Presidente da Mesa), Nuno Grave (1º Secretário), Fernando Janeiro (2º Secretário), João Antunes, José Pacheco, José Pereira, João Anéis, Bruno Pinto, Manuel Rafael, Maria Antónia Gomes, Sara Pajote (Presidente da Junta de Freguesia de Alcáçovas) e Joaquim Viegas (Presidente da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo).

- da Coligação Democrática Unitária – Marta Bagão, Luis Merca, Joaquim Teixoeira, Helena Torrão, Catarina Rosado, António Inácio Lopes (Presidente da Junta de Freguesia de Aguiar).

 

Tomada de posse dos membros da Assembleia de Freguesia de Viana

No passado dia 9 de outubro, pelas 18h, no salão nobre da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, teve lugar a tomada de posse dos membros da Assembleia de Freguesia de Viana do Alentejo para o mandato 2013/2017.

O executivo da Junta de Freguesia ficou assim composto por: - Joaquim Viegas – Presidente - Salomé Pires – Secretária - Joaquim Mira – Tesoureiro

A Assembleia de Freguesia ficou assim composta por:
- do Partido Socialista – Celeste Patinhas (Presidente da Mesa), Francisco Cardoso (1º Secretário), José Fernando Paitio (2º Secretário), Feliciano Agostinho, Feliciano Parado, Rute Branco, Rui Janeiro, Custódio Baltazar.
- da Coligação Democrática Unitária – Martinho Pão Mole.




Tomada de posse dos membros da Assembleia de Freguesia de Alcáçovas

No passado dia 11 de outubro, pelas 20:30h, no salão nobre da Junta de Freguesia de Alcáçovas, teve lugar a tomada de posse dos membros da Assembleia de Freguesia de Alcáçovas para o mandato 2013/2017
O executivo da Junta de Freguesia ficou assim composto por: - Sara Pajote – Presidente - António Luis Mendes – Secretário - Anabela Fura – Tesoureira

A Assembleia de Freguesia ficou assim composta por:
- do Partido Socialista – Bruno Borges (Presidente da Mesa), Sónia Sezinando (1ª Secretária), Nuno Duarte Gomes (2º Secretário), Francisco Mira e Diogo Grosso.

- da Coligação Democrática Unitária – José Lacerda. Maria João Rodrigues, João Rosado e José Jacinto Grave.

Tomada de posse dos membros da Assembleia de Freguesia de Aguiar

No passado dia 17 de outubro, pelas 21:00h, no salão nobre da Junta de Freguesia de Aguiar, teve lugar a tomada de posse dos membros da Assembleia de Freguesia de Aguiar para o mandato 2013/2017, eleitos nas autárquicas de 29 de setembro.

O executivo da Junta de Freguesia ficou assim composto por: - António Inácio Lopes – Presidente (CDU) - Angélica Baixinho – Secretária (CDU) - Rui Mendes – Tesoureiro (CDU)

A Assembleia de Freguesia ficou assim composta por:
- do Partido Socialista – Alexandre Dias, José Luis Rocha e Filipa Bento.

- da Coligação Democrática Unitária – Manuel Fadista (Presidente da Mesa), Sara Lopes (1ª Secretária), António Ginete (2º Secretário) e Nazaré Laranjeiro.



Nota: Fotos sacadas no facebook

terça-feira, 8 de Outubro de 2013

Dão-se alvíssaras a quem encontar um político profissional que MILITE na CDU/Viana

Depois de conhecidos os resultados das eleições autárquicas concelhias, Estêvão Pereira criou uma nova alma, está bastante desenvolto, retórico como um sofista, e até dá mostras de querer juntar aquilo que durante anos esbandalhou. 

No texto: “COMUNISTAS BONS E COMUNISTAS MAUS OU MUDAM-SE OS TEMPOS, MUDAM-SE AS VONTADES! – Estêvão Pereira ao seu melhor estilo tece algumas considerações sobre a "caça" aos comunistas bons pelos socialistas. Nada disto é novo em Estêvão Pereira, em tempos já escreveu sobre socialistas verdadeiros e socialistas mascarados. 

Mas não é sobre essa temática que hoje nos vamos debruçar. Aceitámos o repto de Estêvão Pereira, e vamos tentar responder a partir da “Barbearia Ideal” à seguinte questão colocada:

Alguém explica aos (alguns) Socialistas do Blogue Barbearia Ideal a diferença entre filiado e militante? Mesmo que eles não entendam, vale a pena tentar explicar!” 

Não é preciso descodificar nenhum manual marxista-leninista para se desvendar uma relevante característica de um militante. A explicação é muito simples e é dada por Jerónimo de Sousa.

Descontada uma certa dose de demagogia, pois há outros meios para se aumentar rendimentos, lemos atentamente a transcrição de um retalho da entrevista dada pelo camarada Jerónimo de Sousa, ao Jornal “Correio da Manhã”, em 8 de Fevereiro de 2009, com o título:

O meu salário mensal é de 700 a 800 euros
. …….. 
EntrevistadorQuanto é que o cidadão Jerónimo de Sousa leva para casa ao fim do mês? 
- À luz do nosso princípio, nem beneficiado nem prejudicado, eu era operário metalúrgico qualificado na altura, era o chamado oficial de primeira. 

Entrevistador – Onde é que trabalhava? 
- Numa metalúrgica em Santa Iria de Azóia. Onde nasci e onde resido. E à luz desse princípio há muita gente que não acredita quando eu digo o que recebo. Mas no momento em que eu fiz a opção, o meu partido não me impôs que eu fosse deputado, fui eu que assumi um compromisso de honra. No concreto isto significa que o meu salário está entre os 700 e os 800 euros, é o que levo para casa. 

Entrevistador – Oitocentos euros por mês
- Eu digo entre 700 e 800 porque há subsídios de alimentação. Mas é entre 700 e 800 euros
………. "
Não há dúvida quanto ao valor das respostas de Jerónimo de Sousa. É à luz do nosso princípio (apenas para alguns), nem beneficiado nem prejudicado que o MILITANTE Jerónimo de Sousa entrega ao partido a diferença do ordenado recebido no desempenho de funções políticas e os 800 € que  ganharia como operário metalúrgico.

Será disto que Estêvão Pereira está a falar? Sé é com esta minudência que se distingue um militante de um filiado, dão-se alvíssaras a quem encontrar um político profissional que seja MILITANTE da CDU/Viana.

sexta-feira, 4 de Outubro de 2013

João Penetra jogou a cartada da sua vida e perdeu

Perdeu porque a sua ambição lhe toldou a visão estratégica e distorceu a realidade. Jogou o seu Joker fora de tempo.

Perdeu porque, erradamente, tentou manipular consciências. Na ansia de ganhar a todo o custo, não teve pejo em assumir uma atitude divisionista, desenterrando velhas rivalidades e apelando ao voto dos Alcaçovenses como única forma de terem um presidente de Alcáçovas; 

Perdeu porque alterou os seus hábitos e comportamentos nas vésperas das eleições no seu relacionamento com as pessoas. Já ninguém é parvo. Desde quando João Penetra pagava bebidas às pessoas nos cafés?

Perdeu porque recrutou uma equipa de 3ªs e 4ªs escolhas; 

 Perdeu porque não tem obra que se veja no seu passado recente como autarca. Foi inclusivamente apanhado em enormes contradições relativamente ao que disse ter feito em Alvito e afinal não fez; 

Perdeu porque julgou ir buscar simultaneamente votos a espaços tão antagónicos como a esfera religiosa e às áreas mais ortodoxas do Partido Comunista. Para o comum dos mortais pensantes, isto cheira a uma aliança inquinada à partida; 

Perdeu porque foi traído dentro do seu partido. Houve muitos beijos de judas e gente a cumprir apenas os mínimos que o trabalho partidário obrigava; 

Perdeu porque nunca esclareceu o seu abandono em 2007 e porque teve que fazer alianças dentro da sua candidatura que não foram mais que uma paz podre. João Penetra tinha camaradas seus a desejar a sua derrota; 

Perdeu porque com a sua ambição desmedida, não viu que o empurraram para o lume porque era necessário alguém queimar-se para que mais tarde apareça um salvador da pátria. 

Haverá certamente muitos mais motivos para a derrota estrondosa do João Penetra nestas eleições e na minha opinião a sua liquidação politica em Viana do Alentejo, contudo, julgo que os que acabo de enunciar foram os mais determinantes.

quarta-feira, 2 de Outubro de 2013

Nossa Senhora D’Aires, cuidai de nós!

São Jorge e o Dragão, óleo por Paolo Uccello (1397-1475, Italy)
Depois da tremenda derrota política da coligação negativa CDU/Viana/Santa Aliança Concelhia, reduzida a menos de 1000 votos, cai por terra o objectivo anunciado de restauração do “Antigo Regime”, per saecula ad saeculorum. 

Enquanto uma parte da referida coligação negativa se encontra, pelas funestas ocorrências do passado domingo, obrigada à "clausura", não nos espanta que alguns membros da fraccionada CDU/Viana venham agora, sorrateiramente, cavalgar em seu proveito os desastrosos resultados eleitorais da agremiação, através de mensagens de circunstância imbuídas da maior e mais contraditória hipocrisia política. 

Estêvão Pereira é um desses actores políticos. O mais preparado membro da CDU/Viana nunca andou distraído neste processo eleitoral, tendo-se obrigado a cumprir os serviços mínimos, é certo que por vezes de forma bem penosa, de forma a não ser empurrado do barco que o manteve no poder durante 16 anos. 

Estêvão Pereira, ao longo deste processo eleitoral, de vez em quando e para se destacar do seu grupo ia dando umas remadas mais fortes no barco salva-vidas de João Penetra, sabendo desde sempre que o barquinho, a meter água já desde Alvito, nunca chegaria à Brito Camacho em primeiro lugar, pois que lhe vinha já rasgado o casco ao ancorar inúmeras vezes nos “clubes” das emergentes seitas de “cristãos novos” do concelho. 

E eis que, sem surpresa, lemos o “homérico” texto de Estêvão Pereira, publicado ontem no seu Blog e na sua página de facebook, com o título: AUTÁRQUICAS 2013 - GLÓRIA OS VENCEDORES, HONRA AOS VENCIDOS”

Como se fosse um comentador júnior da “Marktest”, Estêvão Pereira faz uma análise quantitativa dos resultados eleitorais, polvilhando o seu texto com algumas mensagens subliminares para ganhar novamente o espaço perdido no seio da CDU/Viana. Isenta da sua escrita está qualquer frase de alento ou de solidariedade à equipa azul que calcorreou com ele dezenas de quilómetros – pois aquela não foi nem nunca seria a sua corrida, muito menos com aquela equipa estaria disposto a servir de lebre. 

Estêvão Pereira foi o principal coveiro da CDU/Viana nas eleições de 2009; como se o péssimo resultado eleitoral agora alcançado não estivesse associado à sua pessoa, dá mais um empurrão homicida no João Penetra, ao relembrar aos seus leitores que a sua derrota de há quatro anos foi muito menos expressiva: “Comparativamente com os resultados de 2009, de uma forma geral, o Partido Socialista aumentou o número de votos e a CDU e o PSD diminuíram os seus votos.” 

Depois lá vem a frase, repetimos, da maior e mais contraditória hipocrisia política: “Glória aos vencedores, honra aos vencidos”. 

Mas porquê da maior e mais contraditória hipocrisia política

Porque em 2009, no rescaldo das eleições onde Bengalinha Pinto se tinha consagrado, pela primeira vez, vencedor, a agência noticiosa LUSA escrevia queo candidato comunista Estêvão Pereira reconheceu a derrota, considerando que o PS fez uma campanha com meios financeiros fortíssimos, algo que a CDU não tinha. Mais adiante acrescentava:"Acreditamos que [esses meios] possam ter comprado algumas consciências …” 

Estêvão Pereira, com o seu estilo particularmente enviesado, está aí para as curvas, apenas tingiu a camisa vermelha com a cor azul mas, no íntimo, permanece igual ao político que em 2009, forçadamente, teve de admitir a derrota, não deixando contudo de insinuar que aquela tinha ocorrido apenas porque a candidatura adversária poderia ter comprado algumas consciências…Se bem nos recordamos, quem andou a distribuir relógios no sábado anterior às eleições, dia de defeso, tinha sido ele mesmo… 

Órfã de João Penetra, moral e politicamente fuzilado por mais de 1800 votos, derrotados que foram os estrategas de uma candidatura que procurou ligar a CDU/Viana aos mais reaccionários elementos de uma “Santa e Apostólica Aliança”, disponibilizam-se novamente naquela coligação os agora vazios espaços do poder. Estêvão Pereira aponta para si, mas sabe muito bem que terá de deixar sarar profundas feridas, algumas já velhas, outras novas e que terá de estar atento àqueles que, desde há muito, aguardam impacientemente a chegada da sua vez!

Os falsos moralistas

Lamentavelmente, durante os últimos meses, algumas instituições públicas de Alcáçovas funcionaram como autênticas células partidárias, subvertendo os verdadeiros desígnios da razão da sua existência. 

Também algumas pessoas que nos habituámos a ouvir apregoar moral e bons princípios, querendo vender uma imagem imaculada, mostraram durante este período a sua verdadeira personalidade, não olhando a meios para atingir fins. 

Por isso, estas eleições autárquicas tiveram o mérito de nos dar a conhecer melhor algumas pessoas que andavam tapadas com capa de santo e de evidenciar que a esmagadora maioria do povo deste Concelho não quer a CDU. Às direções das tais instituições, espera-se que façam uma reflexão sobre o que se passou .
Texto recebido via email

segunda-feira, 30 de Setembro de 2013

PS: Uma vitória eleitoral memorável no concelho de Viana do Alentejo

A candidatura PS/Bengalinha Pinto conseguiu o maior resultado de sempre no concelho de Viana do Alentejo, quer em número de votos, quer em percentagens relativas. 

O somatório dos resultados eleitorais nas três freguesias, nas três votações em disputa, variou entre os 1800 e os 1876 votos. 

Apesar destes esmagadores resultados, para os mais exigentes, dois sabores amargos, : por uma pequena diferença de 46 votos o PS não elegeu o quarto vereador; apesar do PS ter conseguido mais votos em Aguiar, para a Câmara Municipal,  não conseguiu nestas eleições ganhar a respectiva junta de freguesia.

Câmara Municipal

 Assembleia Municipal

 Assembleia de Freguesia de Viana do Alentejo

 Assembleia de Freguesia de Alcáçovas

 Assembleia de Freguesia de Aguiar


Nota: aqui poderá também consultar os dados mais desagregados

sexta-feira, 27 de Setembro de 2013

Bengalinha Pinto escreve carta aos munícipes do concelho de Viana


A hora da verdade!

No próximo dia 29 de Setembro os eleitores do Concelho de Viana do Alentejo vão ter que tomar uma decisão de capital importância para o futuro da sua terra, ao serem chamados a avaliar as diferentes propostas eleitorais que se submetem a sufrágio. 

De um lado alinha-se a candidatura da CDU/Viana, que propõe voltar para trás, para as políticas de todos conhecidas, de promessas não cumpridas e que foram, de resto, rejeitadas em Outubro de 2009, nas últimas eleições autárquicas. 

Do outro lado a candidatura do PS/Bengalinha Pinto com um projeto de resultados à vista de todos, materializados numa vasta obra concretizada no concelho nos últimos quatro anos, durante os quais foi feito o maior investimento de sempre realizado num só mandato, superior a 7.000.000.00€ (sete milhões de euros), ao mesmo tempo que se reduziu a dívida bancária. 

Nas fotos seguintes, apresentamos os cinco primeiros candidatos concorrentes a cada da uma das listas: Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia. 

À esquerda - os candidatos do PS          À direita  - os candidatos da CDU/Viana


quinta-feira, 26 de Setembro de 2013

Ainda sobre as contas da autarquia de Viana do Alentejo

Para que não restem dúvidas e de uma vez por todas os munícipes deste concelho distingam entre quem trabalha e apresenta resultados e quem faz demagogia, distorcendo factos através de uma oratória enviesada, aqui se indicam dois documentos sobre a dívida da autarquia: 

O primeiro comprova o valor da divida bancária em 31/12/2009, no valor de 558 584,04 €, o qual poderá ser consultado no documento de prestação de contas de 2009, publicado no site do Município de Viana do Alentejo,http://www.cm-vianadoalentejo.pt/NR/rdonlyres/83D7C4DD-EDAC-40CC--AB2C-7A8E02727D16/0/PC2009.pdf , página 98; 

 O segundo (em baixo) mostra uma certidão da Caixa Geral de Depósitos, única instituição bancária onde o município tem a sua divida, com o valor total reportado a 30/06/2013, no valor de 501141,07 €, que aqui reproduzimos, para que não restem quaisquer dúvidas. 

Perante isto, podem os marabalistas do costume, barafustar, espernear, argumentar que a cor da certidão da CGD é branca e devia ser vermelha, que o formato da letra está a 12 e deveria ser a 14etc.. que a verdade dos números é indesmentível. Admitimos que esta constatação é incómoda para aqueles que auguravam e desejavam insucesso ao atual executivo e, naturalmente, tudo de mau para o Concelho de Viana, uma vez que para além de muitas obras e investimento, ainda foi possível reduzir a dívida bancária. 

Para esses, lembramos a parábola da cigarra e da formiga, ou seja, enquanto uns trabalharam no duro durante quatro anos, outros entretiveram-se em retóricas, difamações, mentiras e outras distrações. Moral da história: a obra está à vista, o Concelho de Viana mais desenvolvido e mais moderno. Será certamente essa atitude de trabalho e dedicação que os munícipes reconhecerão na hora da avaliação final. 

Recordamos uma notícia acerca do sobre-endividamento dos municípios portugueses, no Jornal Correio da Manhã: Viana do Alentejo surge em grande destaque como a sexta câmara a nível do país com menor dívida!


As contas da autarquia de Viana do Alentejo, no final do mandato da CDU/Viana, em 2009

A VERDADE DAS CONTAS

"O candidato da CDU/Viana, doutor João Penetra, tem repetido até à exaustão em todos os comícios que o anterior executivo deixou os cofres da autarquia a abarrotar de dinheiro, mas sempre omitiu descaradamente os encargos anteriormente assumidos e dívidas por regularizar."  ....

a) e b) - Dívidas bancárias.

Visto no "Cidade Agar"

quarta-feira, 25 de Setembro de 2013

Jornal União e solidariedade - Edição 03

domingo, 22 de Setembro de 2013

João Penetra gostou dos comentários do seu camarada e grande amigo João Teixeira

Perante o seguinte conteúdo  da página de facebook do presidente da Câmara Municipal de Alvito e candidato a presidente da Câmara de Viana, (conteúdo já escondido por João Penetra, depois de estar 2 meses no ar), interrogamo-nos sobre a verdadeira personalidade de João Penetra, quando gostou da prosa impregnada de ódio tribal do seu grande amigo João Teixeira, reforçando João Penetra muita pena por esse seu grande amigo não estar em Viana.


sábado, 21 de Setembro de 2013

Nos mandatos da CDU o Paço dos Henriques foi muito maltratado

Nos mandatos da CDU o Paço dos Henriques foi muito maltratado. Perderam-se irremediavelmente muitos elementos arquitectónicos, quer do edifício, quer do Jardim das Conchinhas. As fotos mostram as diferenças antes e depois de 2009. Prevê-se que a obra de recuperação deste conjunto arquitectónico no valor de cerca de 2 milhões de euros, comece no início do próximo ano.

 Visto aqui 







Sobre o mesmo tema pode ler "O  Paço e o Jardim das Conchas,artigo de André Correia, publicado hoje no "Alcáçovas".

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO